Living Trusts (Fundos Fiduciários)

Criada enquanto você está vivo, o living trust (fundo fiduciário) revogável permite que você controle a distribuição de seus bens. A titularidade de suas propriedades e bens é transferida para o fundo. Você pode  ser o depositário ou indicar outra pessoa para tal. Se você for o depositário, você deve indicar um sucessor para se tornar depositário após a sua morte. 

Redigido e executado de modo apropriado o fundo fiduciário revogável pode evitar a corte de validação de testamentos e a demora do processo, já que o fundo é o proprietário dos bens e não o falecido. Consulte seu advogado e/ou contador antes de decidir se um fundo fiduciário revogável é a escolha certa para você. 

Vantagens de uma Escritura em nome do Fundo Fiduciário

  • O marido e a esposa podem estabelecer um fundo fiduciário conjunto revogável .  
     
  • Quando o cedente é o depositário ou co-depositário, não é exigida uma declaração de rendimentos em separado para o fundo.
     
  • O fundo fiduciário revogável permite ao depositário comprar, vender e financiar bens exatamente como antes.
     
  • No evento de incapacitação, a administração do fundo fiduciário passará para o depositário sucessor sem a necessidade de um curador legal.
     
  • O fundo fiduciário pode ser cancelado ou alterado a qualquer tempo antes da morte ou incapacitação. 
     
  • Probate (validação do testamento)- incluindo validação para vários estados - é evitada quando os bens são mantidos em um fundo fiduciário. (Freqüentemente a validação do testamento leva de 9 a 12 meses).
     
  • Privacidade. Quando uma pessoa vem a falecer e existe um fundo fiduciário, normalmente as disposições contidas naquele fundo não vêm a público.
     
  • O litígio é desestimulado no caso de um fundo fiduciário.
     
  • Um casal que possui um fundo fiduciário pode reduzir ou eliminar impostos federais sobre a propriedade desde que estabeleçam um Fundo com Isenção. Enquanto os dois estão vivos os bens permanecem na fundo fiduciário revogável.  Após a morte de um dos cônjuges, o fundo é dividida em duas partes: o fundo do sobrevivente e um fundo com isenção. (Para fins fiscais, o cônjuge sobrevivente e o fundo com isenção são dois contribuintes separados).

 

Desvantagens do Living Trust (Fundo Fiduciário)

  • Um fundo fiduciário irá custar mais para ser instituído do que um plano imobiliário com somente um testamento.  
     
  • Um acordo fiduciário com um novo testamento deverá ser estabelecido.
     
  • Transferir bens para o fundo fiduciário irá exigir muitos documentos e incorrerá em custos não encontrados em um plano imobiliário menos elaborado. 
     
  • Operar um Fundo com Isenção  pode exigir esforço extra do cônjuge sobrevivente.
     
  • Alguns agentes financeiros podem exigir que propriedades mantidas em um fundo fiduciário sejam retiradas desse fundo para refinanciar a propriedade. 


 

Termos Comumente Usados

Cedente: Cria o fundo fiduciário revogável e transfere os principais bens para o fundo. (Um casal pode ter um  fundo fiduciário conjunto ou cada um pode ter seu próprio fundo fiduciário).

Depositário: Administra os bens do fundo fiduciário.

Beneficiário: Recebe os bens do fundo fiduciário.

Inicialmente o cedente, depositário e beneficiário são a(s) mesma(s) pessoa(s).